7ª Temporada,  Brianna Randall Fraser,  Caitriona Balfe,  Claire Fraser,  Diana Gabaldon,  Ian Murray,  Jamie Fraser,  Jemmy,  John Bell,  Outlander,  Resenha,  Richard Rankin,  Roger Wakefield,  Sam Heughan,  Série,  Sophie Skelton

[Resenha] Outlander 7×01 – A Life Well Lost

Outlander está de volta!

E o primeiro episódio – A Life Well Lost – inicia a temporada mostrando mais uma vez que Jamie e Claire separados são extraordinários, mas quando estão juntos são naturalmente uma força da natureza.

O episódio começa da forma como terminou na temporada passada com Jamie e Claire separados. Jamie e o Jovem Ian buscam encontrar o paradeiro de Claire, que se encontra na prisão e à beira da forca. Aliás, é com o pesadelo que Jamie tem de Claire ser enforcada e ele não chegar a tempo que a temporada se inicia.

Claire está enfrentando a realidade de ser uma prisioneira e se ambientando com as outras presas, como também com a carcereira que gosta muito de uma bebida alcóolica. Guardas chegam até a prisão à procura de uma curandeira para a esposa do governador. Quando Claire se apresenta como curandeira, eles perguntam qual é o crime pelo qual ela está presa. Uma das presas diz que ela é a assassina e Claire a falsificadora de documentos. Em um primeiro momento até parece que a presa é uma alma boa, mas depois descobrimos que o crime de falsificação não tem perdão levando direto para a forca e sem direito à clemência.

Ela é levada para um navio onde o governador está e Claire conhece a esposa do governador que está grávida. A esposa do governador acaba descobrindo a verdade sobre as acusações de assassinato de Malva e de seu bebê, mas ela termina confiando em Claire e se abrindo sobre os filhos que ela perdeu.

Claire aproveita que precisa pedir remédios para tratar a esposa do governador para enviar um recado a Tom Christie e informar onde ela se encontra. Tom recebe a mensagem e conta para Jamie sobre o paradeiro de Claire.

O momento e a forma que Jamie e Claire se reencontram é sempre emocionante. E lembrou o reencontro que eles tiveram na 3ª temporada, quando eles apenas se olham e nesse olhar eles contam tudo o que passaram um para o outro. Mas quando Claire se joga nos braços de Jamie é de arrasar qualquer coração. É nesse abraço que ela e ele se sentem realmente seguros. Porque um é a casa do outro.

Eles se separam, mas Claire sabe que Jamie voltará para buscá-la. E Jamie voltará para libertá-la, custe o que custar. E é com um misto de decepção e alívio que Claire reage quando Tom Christie aparece no navio. Desapontada por não ser Jamie, mas aliviada por ser um amigo.

Tom Christie está apaixonado por Claire e ele não hesita em sacrificar sua vida pela dela. Para ele, é um preço fácil a pagar. Afinal, sua família está destruída e a mulher que ele ama nunca retribuirá esse amor. E nesse momento a única coisa que importa é que Claire seja feliz, mesmo que não seja com ele.

Jamie já suspeitava dos sentimentos de Tom por Claire há algum tempo e para um homem tão ciumento como nosso escocês, saber que outro homem deseja sua esposa com tanta paixão, não é nada fácil. Tom e Jamie discutem abertamente sobre isso e essa é uma das melhores cenas desse episódio.

Jamie se sentiu muito perto de perder Claire e mesmo que isso não tenha acontecido, ele sabe que não foi fácil para ela ficar sem ele, se sentindo perdida e sem esperança. Ainda mais depois de tudo o que aconteceu na Cordilheira Fraser. E algo que Jamie sabe é que Richard Brown é o culpado direto por tudo isso.

Às vezes até esquecemos que Jamie é um homem violento e que pode matar quem machucar as pessoas que ele ama. Se a violência parece amenizada nele isso é graças à Claire em sua vida, mas quando alguém a coloca em perigo, nada o impedirá de acabar com essa ameaça. Então, Jamie não hesita em acabar com todo o mal que Brown representa. 

Foi um bom episódio de retorno e um pouco lento para mim. Ver Jamie procurando por Claire e Claire ansiando pelo retorno de Jamie foi angustiante, mas os reencontros sempre são repletos de muita emoção e paixão.

Out¹: Eu entendo a vocação de Roger e o desejo dele de querer ajudar as pessoas, mas ajudar um dos participantes do sequestro de Claire e que não fez nada para ajudá-la quando foi tão brutalmente atacada, é demais para mim.

Out²: Saudade de ouvir um Sassenach.

Encontrou algum erro?
Favor nos informe pelo e-mail outlanderlsbrasil@gmail.com

Conheça nossas redes sociais

Canais que produzimos conteúdo

Educadora que ama livros, séries e filmes. Sonho encontrar um portal e viajar no tempo por vários lugares e épocas. Sou uma apaixonada por Outlander, Claire e Jamie Fraser.

Deixe uma resposta